Header Ads

Bernardo Sousa foi entalado pelo tribunal… e mais uns meses suspenso


 

Bernardo Sousa esteve suspenso durante dois anos após testar positivo a cocaína num controlo antidoping.

O piloto madeirense entrou no “Big Brother Famosos” e saiu-se vencedor, levando para casa 10 mil euros.

Ontem Bernardo Sousa anunciou que está de volta às competições, após dois anos de suspensão. Tudo aconteceu em 2019 num teste de antidopagem positivo. 

Continuar a ler

A TV 7 Dias dá conta que em fevereiro ele terá sido informado que o Tribunal Arbitral do Desporto, deu mais 9 meses e 18 dias de suspensão da sua licença desportiva. Ao que parece terá existido um erro de cálculo na primeira decisão.

A mesma publicação diz que ele entrou a licença na FPAK a 22 de outubro de 2019, e recorreu a 28 de outubro do mesmo mês. A 9 de dezembro de 2020 o Tribunal Arbitral do Desporto reduziu a pena para  um ano e cinco meses.

Já a 21 de abril de 2021 foi pedida uma nova licença pelo Bernardo Sousa, e foi atribuída “por ter considerado integralmente cumprida a pena de suspensão efetiva aplicada”. O processo apesar de estar me fase de recurso, a Federação considerou que “o arguido esteve suspenso preventivamente entre 22/10/2019 e 09/12/2020”.

A 2 de fevereiro de 2022, o tribunal determina que a suspensão inicia-se a partir do momento que é decretada (29JUL2019), só que ele só entregou a licença em Outubro.

Bernardo Sousa ainda aplicou uma providência cautelar, mas a Federação garante que só se limitou a noticiar o bernardo da decisão do tribunal, e que o Bernardo “não tem o mínimo interesse no prosseguimento da sua carreira desportiva, pelo menos com o imediatismo com que parece indiciar no seu requerimento. Na verdade, como amplamente tem sido divulgado por diversos órgãos de comunicação social, bem como pelo próprio Requerente nas redes sociais, encontra-se a participar num reality show’”.

O piloto ainda pode recorrer, mas a FPAK à TV 7 Dias já disse, “no presente momento e pelo menos enquanto se aguarda por decisão judicial definitiva, não existe qualquer obstáculo à participação do piloto Bernardo Sousa em provas desportivas, conforme lhe foi comunicado por esta federação, já no passado mês de março”.

Com tecnologia do Blogger.