Header Ads

Bruno de Carvalho arrasa TVI, fala em “vergonha nacional” e vai pedir gravações de tudo o que não foi mostrado


 
Esta quarta-feira, dia 16 de fevereiro, Bruno de Carvalho convocou a imprensa para uma conferência sobre a sua participação no Big Brother Famosos e todas as polémicas decorrentes da sua estadia no reality show.
Esta última gala foi uma vergonha nacional“, começou por dizer o empresário, citado pelo Holofote, sendo que falou, a dada altura, que o jogo entrou “num condicionamento surpremo do ser humano” ao alertar também: “Fui-me sentindo cada vez mais que era uma persona non grata, sentia através do tratamento da mudança de voz das pessoas, ia estando ali num misto de gratidão pela oportunidade que me deram de conhecer a Lili mas, a certa altura, cheguei a perguntar: que mal vos fiz para me estarem a fazer isto a mim e à Lili? E aquilo que ouvia sempre era ‘confie em nós, confie em nós’“.

Continuar a ler

Há uma altura crucial que é quando a Catarina diz à Lili e a mim que conhece o Big pessoalmente. De repente, materializou-se para a Lili uma voz numa pessoa que a amiga de 15 anos dizia que era impecável e que a conhecia pessoalmente. Não sei se isso passou, mas é um facto“, revelou Bruno de Carvalho, também citado pelo Holofote.
Bruno de Carvalho também adiantou na conferência de imprensa que vai pedir as gravações à TVI e à Endemol de tudo o que não foi mostrado ao público, dado que existiram cenas que foram combinadas com a produção do Big Brother, assim como vários momentos no confessionário que não foram divulgados para o público.
Os jogos todos que eram feitos, eu e a Lili éramos sempre colocados numa pressão adicional“, explicou Bruno de Carvalho, que fez algumas confissões: “Isto deixou de ser um jogo da vida real para ser uma chacina de um homem que não se pode defender na plenitude porque a pessoa que o pode defender está presa numa casa“, afirmou após revelar ter pedido à Endemol para conversar com Liliana.

Com tecnologia do Blogger.